MP/MS investiga duas empresas por golpe da pirâmide financeira

Cotidiano

Copiado lá do CPTurbo e Correio do Estado,

Duas empresas que oferecem remuneração em troca de propaganda do tipo “boca a boca” na internet ou recrutamento de outros colaboradores estão na mira da investigação.

Em Mato Grosso do Sul, o promotor Antônio André David Medeiros abriu um procedimento de investigação nessa semana. Se forem encontrados indícios que comprovem o crime, o Ministério Público Estadual instaurará inquérito civil contra as duas empresas. Duas empresas que oferecem remuneração em troca de propaganda do tipo “boca a boca” na internet ou recrutamento de outros colaboradores estão na mira da investigação do Ministério Público Estadual (MPE-MS). A 25ª Promotoria de Justiça instaurou Procedimento Preparatório contra as empresas Ympactus Comercial, conhecida pelo nome fantasia de TelexFree, e Multiclik Brasil.O procedimento irá apurar “irregularidades quanto à eventual prática de pirâmide financeira”, que é considerada crime contra a economia popular. O esquema funciona como uma pirâmide, onde os novos associados geram rendas para os primeiros, que estão no topo da cadeia. Continue reading